Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos
Título Categoria Data Leituras
O CINZA DA SAUDADE Poesias > Saudade 21/01/13 73
FREDERICA (Uma velha gata persa carinhosa/ que se foi deixando em nós muita saudade) Poesias > Saudade 05/10/10 66
DESPEDIDA DE ZULEIDE (em décimas de sete pés) Poesias > Saudade 18/08/10 44
NOSSO "MARIA FUMAÇA" E AS LEMBRANÇAS ANEXAS Poesias > Saudade 31/12/08 29
AMOR E DESAMOR Poesias > Saudade 04/05/08 38
SAUDADE FRATERNA Poesias > Saudade 20/04/06 42
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.