Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos
Título Categoria Data Leituras
A FOFOQUEIRA DO BREJO E O CASTIGO DE DEUS Cordel 25/03/07 1279
RESPEITO À DIVERSIDADE É DE NOSSA OBRIGAÇÃO ( feito para participar do IV Prêmio COSERN de Literatura de Cordel ) Cordel 08/08/10 1174
O HOMEM E O PENSAMENTO FILOSÓFICO (Um pretenso cordel filosófico) Cordel 28/07/06 950
HÉRCULES/HÉRACLES (pretenso cordel da mitologia greco/romana) Cordel 30/08/06 945
RESPEITEMOS NOSSA TERRA, O PLANETA EM QUE VIVEMOS Cordel 14/11/08 930
AS IDÉIAS DO CANÁRIO (Releitura em cordel) Cordel 09/11/08 911
DIGA SIM À VIDA E NÃO AO ABORTO Poesias > Social 23/08/07 824
TEXTO (poético) Que compõe minha Monografia de final de Curso - Filosofia Licenciatura Plena, com base no Pensamento de Miguel de Molinos Redações 01/06/06 806
CASA DE TAIPA Cordel 25/07/06 755
FILOSOFIA EM CORDEL Cordel 26/07/07 753
AQUELA DOSE DE AMOR (Antônio Francisco - ABLC) Cordel 04/08/08 688
PINTINHO DE CHOCADEIRA Cordel 26/04/06 673
A EDUCAÇÃO DO JOVEM EM PLATÃO (Trabalho Universitário cordelizado) Cordel 11/05/06 658
CARTA AO LEITOR (Solicitada pelo Autor do livro: JOVENS IDIOTIZADOS - Primeiras Reflexões) Resenhas > Livros 20/06/06 646
LAMPIÃO AINDA É VIVO NO CORAÇÃO DO NORDESTE (poesia-em décima de sete pés- vencedora do XIV FESERP de Acauã-PB), com comentários, também em décimas de poetas do POESIA PURA Cordel 03/01/10 638
Análise do poema AMANHÃ, de Patativa do Assaré Análise de obras 10/05/15 630
A ROUPA NOVA DO IMPERADOR Cordel 24/10/08 628
O MENINO MENTIROSO QUE VIROU UM PEIXARÉ Cordel 22/07/10 594
SONHO DE CABÔCO (de ZÉ DA LUZ) Poesias > Regionais > Caipira 23/08/06 546
DÉCIMAS DE SAUDADE (Ao meu filho Ângelo Ricardo-in memorian) Cordel 16/08/10 522
Página 2 de 23 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.