Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


AMOR INFINITO


O amor que sinto por ti
É um amor tão bonito que suplanta a dor
de saber que o “amor infinito” que tu me juraste
não era amor.

Foste embora sem te despedir,
pois, eu, para ti, nada representava.
E sozinha, a chorar, percebi
que a beleza do amor, à dor suplantava.

E o choro que lavou o meu peito,
transformou o conceito que eu tinha do amor.
E assim, o que antes fazia que eu chorasse – e doía,

Hoje é alívio da dor.

É que o amor, quando o é de verdade,
Embeleza a saudade, e faz o ente sonhar
Sem o sofrimento da desilusão
Que só o amor-paixão faz o homem amargar.
.....
O amor de verdade, ama sem pedir.
Sem nada exigir. Ama por amar.
É entrega total, sem lampejo de dúvidas. E sem pejo.
Sem me envergonhar.

E, enfim, se não correspondido,
Não perde o sentido, por ser o que é:
Puro e belo – sem corruptelo.
Sendo o mais singelo sentimento do SER.





Natal/RN – 2001
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 21/10/2008
Alterado em 28/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.