Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos

CARTA AO LEITOR (Solicitada pelo Autor do livro: JOVENS IDIOTIZADOS - Primeiras Reflexões)


  CARTA  AO  LEITOR

Solicitada pelo Autor de
JOVENS IDIOTIZADOS - Primeiras Reflexões
A.S. Editores - Natal/RN

Ao  leitor  que, venturosamente,  tiver a
curiosidade de ler Jovens Idiotizados


Jovens Idiotizados, leitor, nos tenta mostrar
com exemplos, os mais diversos, que o verbo moderar
é quase que desconhecido, tal qual o é o ponderar
para o jovem adolescente que não consegue acessar
o Saber, o conhecer.  Pois, de forma linear,
a sua percepção
não o deixa ver senão o que deseja alcançar.

Diz do jovem que não reflete sobre o que pode ocorrer
de mal, provocado pelo o que ele deseja fazer
passando, as vezes, por cima de algumas pessoas que
talvez tenha até deixado de tentar fazê-lo entender,
nos seus primeiros aninhos, quando ainda era bebê,
com clareza e com carinho,
que o verdadeiro caminho é aquele que nos faz Ser.

Fala também dos capazes de um auto-aprendizado
e daqueles que aceitam, sabiamente, o ensinado
por seus pais, por professores, num aceite educado
ou numa disposição que o faz buscar, por seu lado,
o bom, o bem, o amor – que não pode ser palpado,
num despertar que advém
de alguma coisa ou de alguém que seja o objeto amado;

Do desejo, antecedente à virtude e ao amor,
a que o jovem adolescente, sem refletir se arvorou,
deixando-se conduzir, sem perceber e/ou se opor,
pois não sabe seus limites ou não quer ser sabedor,
pondo em risco a liberdade de que é possuidor.
Sem qualquer reflexão.
Entrando na contra-mão do viver-bem, do amor.

E nos dezessete capítulos que compõem o livro, o autor
trata de assuntos simples que, sutilmente, engendrou:
contando casos diversos dos quais é conhecedor
ou que ouviu de alguém, que, com detalhes, contou.
E eu aconselho a Você, a Senhora e ao Senhor:
Leia-o, pois, até o fim!
e depois diga p’ra mim, se gostou ou não gostou.


     Rosa Ramos Regis da Silva
     Bacharel em Economia (UFRN)
     Licenciada e Bacharel em Filosofia (UFRN)
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 20/06/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.