Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


TU BUSCAS O TEU EU,
EU BUSCO O MEU


(comentando o O "EU" QUE BUSCO
de Danilo Louro, no POESIA PURA)


(I SELETIVA BECO DOS POETAS)

Tu buscas o teu eu, eu busco o meu
Que se perdeu em meio a multidão,
Porém a minha busca foi em vão,
Em meio a tantos eus, perdi o meu.

Assim, não sei quem sou. Isso me deu
Imensa sensação de solidão,
Senti meu solitário coração
Num pulsar descompassado que doeu.

Sem meu eu, não existo. Nada sou.
Mas, se o Nada é o Todo, lá estou
Neste NADA que o TODO representa.

E o meu Eu neste NADA está contido.
É meu Ser pelo SER sendo envolvido.
Afinal, a minha alma se acalenta.



Rosa Regis
Natal/RN - 09.02.2010 - 23:45
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 10/02/2010
Alterado em 12/02/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.