Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


DÉCIMAS DE SAUDADE
(Ao meu filho Ângelo Ricardo-in memorian)

MISSA DE 7º DIA
(De Ângelo Ricardo Regis da Silva)


A tristeza que cobre o coração
De cada amigo ou parente, e a saudade
Que ao peito dolorido ora invade
Torna o cérebro quase sem razão.
Mas a alma, transida de emoção
Com a tua, meu querido, se irmanando,
A Deus Pai, no infinito vai buscando
Pois é lá que a LUZ DIVINA mora.
E é onde tu estarás, pois, sem demora,
Fugindo às mágoas deste mundo insano.

Com amor, da sua mãe
Rosa Ramos Regis da Silva.
Natal, 05 de agosto de 2010.
Saudades: pai, mãe, esposa, irmãos e filhos.



SAUDADE ETERNA...
(Pela perda de um Filho
num acidente em Salvador/BA – em 30.07.2010)

Meu coração lateja de saudade
Sentindo a falta da tua presença.
Bate com força! Penso que é doença.
E revoltada, digo: - Foi maldade
A tua ida para eternidade,
Sem despedir-te de ninguém na terra!
E a minh'alma, triste, agora erra,
Querendo ir contigo me encontrar
Mas, só o PAI pode determinar
A hora e o dia que nossa lida encerra
.



(Rosa Regis - Natal/RN - agosto de 2010)
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 16/08/2010
Alterado em 14/12/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.