Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


 
UM SINDICATO DE GARRA
DESDE A SUA CRIAÇÃO


De: Rosa Ramos

Meu Bom Deus, Pai Criador
Deste Universo sem par
Dai-me o saber necessário
Para que eu possa falar
De um sindicato arrojado
Que nunca ficou calado
E nem deixou de lutar.

SINTEPE, é o sindicato
Do povo da Educação
Do Estado de Pernambuco
Que eu, nesta ocasião,
Propus-me, um pouco, falar
Pra poder participar
Deste concurso em ação.

Fundado, faz Vinte anos,
Continua firme e forte
Para alegria de todos
Os sócios que sabem: sorte
Têm por sabê-lo honesto,
O que o leva, de resto,
A tê-los como suporte.

É uma entidade civil
De caráter sindical,
Sem interesse econômico
Ou lucros de capital,
Isento de preconceito,
Mas que defende o direito
Do educador, no geral.

Tem como finalidade:
Fazer a congregação
De todos que são ligados
À rede de educação,
Seja a nível estadual
Ou seja municipal.
Esta é a sua intenção.

E aí, O cultural
Intercâmbio com entidades
Congênires, o porá forte
Pras duras realidades
Que poderão advir,
E poderá intervir
Nas muitas atividades.

Então, poderá lutar
Por condições e direitos
Do trabalhador do Estado
Fugindo aos temas suspeitos,
E buscando a solução
Para a nossa Educação.
Nos deixando satisfeitos.

Representando, com amor,
Todos da educação
Perante as autoridades
Do comando da Nação;
E propondo alternativas
Que tornarão mais ativas
As vias de formação.

Prestando apoio aos seus sócios
Em qualquer ocasião;
Garantindo a liberdade,
Que eles tem, de expressão;
Sempre disposto a ajudar
Para solucionar
Problemas da educação.

Vem propor alternativas
Para que, na educação,
Possam ser solucionados
Problemas "sem solução";
Vindo também apoiar
Grupos que venham formar
Uma nova organização.

Ao propor alternativas
Promove, também, ações
Que dá a todos os sócios,
Ante as considerações,
A confiança devida
Pelos mesmos, requerida.
Disto, dão demonstrações.

Não importa convicções
Políticos-partidárias
Ou mesmo religiosas,
Pra si, são desnecessárias.
Ele não tem preconceito,
Foi servidor, tem direito!
As decisões são sumárias.

E também tem que lutar
Por melhores condições
De trabalho onde haja
Dignas remunerações.
Assim irá condizer
Com o que propaga e trazer
Alegria aos corações

Lutar pela garantia,
De uma forma geral:
Do aperfeiçoamento,
Onde o profissional
Sinta-se atualizado.
Assim sendo, preparado
Para o trabalho afinal.

É assim que o SINTEPE age.
Olhando a necessidade
Que o trabalhador possui
Luta, pois, com lealdade,
Defendendo imediatos
Interesses que, de fato,
Tratam da realidade.

E a classe trabalhadora,
Para a concretização
Das coisas que lhe interessa,
Busca, pois, a proteção
Do seu Sindicato, que
Bem antes já antevê
O pedido, e dá a mão.

Luta pela educação
Pública de qualidade;
Pela Classe trabalhadora
Da Educação, em verdade,
Mostra que está sempre ativo,
Que não morreu, está vivo!
Supera a adversidade.

E o grande representante
Dos nossos trabalhadores
Da Educação, como um todo,
Merece nossos louvores.
Ao SINTEPE, pois, saúdo!
Assim, pequeno e graúdo,
Mandam-lhe salvas e flores.




Natal/RN - Setembro de 2010
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 01/12/2010
Alterado em 28/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.