Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


ASSIM, É MALVADEZA!!!
 


Assim é malvadeza, meu amigo!
Me levas ao passado, reduzindo
Toda a saudade que eu estou sentindo
A uma gota de chuva. Me desdigo.

Implorando ao Meu Deus, enfim, prossigo
No teu belo soneto me inspirando,
As saudades nos poros transpirando,
Já temendo, do tempo, o grão castigo

Que faz os "de idade" sem lembranças.
Porém, eu juro, não perco as esperanças,
De, um belo dia, poder te encontrar

Para falarmos das nossas andanças
Por este mundo, onde as semelhanças
Dos nossos sonhos buscam se encontrar

 




Rosa Regis
Natal/RN - 20 de setembro de 2011
 
às 11:29h - defronte ao computador,
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 20/09/2011
Alterado em 17/11/2012

Música: ALLEGRO - BACH

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.