Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


FESTA DA CUMEEIRA
 


TERMINOU A CONSTRUÇÃO.
É UM ALÍVIO DANADO!
E O POVO DE DERREDÓ
ESTÁ TODO CONVIDADO
PARA COMER E BEBER
O TRABALHO TERMINADO.
 
OS PEDREIROS, OS SERVENTES,
A FAMÍLIA, A VIZINHANÇA,
OS AMIGOS DO TRABALHO,
PARA FAZER A FESTANÇA
DA CONSTRUÇÃO CONCLUÍDA.
COMIDA, BEBIDA E DANÇA.
 
PLANTA-SE UMA GRANDE ÁRVORE
PARA PROTEGER A CASA,
CANTANDO O FINAL DA OBRA
QUE AO DONO DÁ FORÇA E ASA
PARA SEGUIR ADIANTE,
NUMA GOSTOSA ALGAZARRA.
 
NO FINAL DA BRINCADEIRA
TOMA-SE UMA CACHACINHA
NA TAÇA QUE FOI COMPRADA
JÁ COM SUA SORTE AZINHA
DE SER QUEBRADA AO FINAL.
ASSIM EU FAREI NA MINHA.
 

 

Inspirada no Programa de Regina Casé
“ESQUENTA’
Que apresentou neste Domingo, 29 de novembro de 3015, uma parede de taipa(pau a pique) sendo construída em pleno palco, e falou o que seria “A festa da cumieira”

 

Natal/RN – 29.11.2015
 

Rosa Regis.
 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 29/11/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.