Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


 
VEJO...
 

 
Vejo o Mundo pedindo socorro, chorando...
Lamentando a maldade existente na Terra
De quem não se importa com a vida e que erra
Num agir prepotente, maldoso, nefando.
 
Vejo o nosso Brasil como um barco afundando
Com o peso dos erros e de falhas que emperra
O timão mal cuidado. E seu capitão berra
Provocando discórdia e impondo o seu mando.
 
Vejo o pobre do campo perdendo o direito
Na velhice, carente. Onde foi o respeito
Pelo povo que luta em prol do País?
 
Vejo as armas nas mãos de quem pode comprar
Apontando a mira com o poder de matar.
Nosso povo carece? Foi ele quem quis?
 
 
Rosa Regis
 

Natal/RN
21/05/2019 – 12h:02min

 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 23/05/2019
Alterado em 25/05/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.