Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


ESTE AMOR É MINHA VIDA



Eu não sei se você me conhece!
Eu não sei se você sabe quem eu sou!
Eu não sei se você reconhece
Esta que um dia seu amor lhe doou.

Você passa por mim e nem me vê!
Ou finge não ver - só p'ra não falar.
E, magoada, eu fico a sofrer!
Pois eu a você nunca deixei de amar.

E ao vê-lo sorrir dirigindo-se a alguém,
a inveja me vem desse alguém que o merece.
Pois, pra mim, o seu sorriso tem
algo que me faz bem, me ilumina e me aquece.

E assim sigo amando sozinha,
já que o seu carinho eu não posso ter.
Pois ninguém ama alguém de bonzinho.
O amor e o carinho livre sempre vão ser.

Já ouvi muita gente dizer
que o amor humano não é infinito.
Mas, nisto eu não posso e não quero crer!
Diante de um amor tão grande e bonito.

E esse amor que é tão grande e bonito,
Ele é infinito! Nunca terá fim!
Ele é minha essência! É o meu espírito!
É O MAIS! É O TUDO! É O BEM! É O SIM!

Sem esse amor eu não existiria!
Eu nada seria ou seria um "não-ser"!
E a esperança de alguém ser, um dia,
me abandonaria deixando-me morrer.

...
E assim eu "vivo". E assim eu "sou".
Sempre alimentada por tão belo amor
que um ser humano, você, me passou,
sem nem mesmo saber o que era o amor.

E, assim, amando sempre vou viver!
Na esperança que, um dia, você
Esse lindo amor venha a conhecer
nos tornando um só! Apenas um Ser.

Porém se o amor de alguém o fisgou
e o seu amor você lhe doou,
A doce esperança p'ra mim, acabou
de, um dia, ter, também, seu amor.

Mas...
Se a esperança morre, eu não consigo
sobreviver! E... esperando...  sigo
entregue ao sonho consolador e amigo
de que, um dia, eu Serei contigo.



Rosa R. Regis 
Natal/RN - 2001.
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 27/04/2006
Alterado em 21/07/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.