Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
SAUDADE FRATERNA
(ao meu pai)
Rosa Ramos Regis - Natal/RN - 2000

Pai!...
Estou com saudade de ti
De alguém com quem possa me abrir
E que me escute não só com a razão
Mas, também, com todo o coração
E o amor que os outros não dão e só em ti eu iria encontrar.

Pai!...
Foste embora sem te despedir.
Não deu tempo. Eu sei. E ao partir
Tu deixastes tua filha a chorar
Desesperada por não mais contar
Com esse ombro de pai e amigo que me apoiava sem nada cobrar.

Pai!...
Mas o esteio que representaste
Na minha vida - mesmo que passasse
Tão pouco tempo ao meu lado, ficou
Como uma base bem forte de amor.
E assim sendo, nos maiores impasses por que passei o teu amor me ajudou.

Pai!...
Pensando assim, eu só tenho a pedir
Que Deus, no Céu, dê um lugar a ti!
Pois que mereces, sem qualquer discussão.
E um dia, lá, nossos Eus estarão
Na sua Essência! E iremos seguir com o CRIADOR, na mesma direção.

Pai!!!



Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 20/04/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários