Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
CORAGEM OU COVARDIA?


Às vezes alguém me diz que sou muito corajosa!
Tenho garra!... vou à luta!
E saio vitoriosa.
...
Não sei...
Eu não me acho lutadora ou corajosa.
Às vezes...
acho-me até lerda, covarde e bem preguiçosa!


Vou deixando que a vida passe sem nada dela tirar!
Sem lutar pra conseguir o que ela pode me dar.
Deixando a cargo do acaso a minha sorte ou azar.

Não tenho boa didática; não tenho boa oratória;

não tenho lá muita prática como contador de histórias,
que é uma boa temática no jogar conversa fora.

Não uso tempero forte na receita do meu viver:
Sou sem sal!... insossa!... insalubre!
Não luto para vencer.

Entrego-me às mãos do acaso, que decide o que fazer.
...
É isso mesmo o que eu faço!
Meus defeitos eu reconheço.
Se nada faço de bom, recompensas!... não mereço.
Mas, se nada faço de mal!...
por que um tão grande preço?!





Rosa Regis
Natal/RN - Brasil
Março/2000

 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 22/04/2006
Alterado em 26/06/2020
Comentários