Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
EU QUERIA, MAS NÃO PODE SER
Rosa Ramos - Natal/RN - 2001

Eu queria que você voltasse
e aqui me encontrasse esperando você.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria que a realidade
não fossem as maldades que me fazem crer.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria poder controlar
este meu olhar quando vejo você.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria que o meu coração
não ficasse "doidão" ao lhe perceber.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria parar de tremer
quando alguém, só de mau, fala-me de você.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria não perder o siso,
não ficar sem juízo ao te ver sofrer.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria não pensar na dor
que esse imenso amor fez-me padecer.
Eu queria, mas não pode ser.

Eu queria - pra finalizar,
deixar de te amar. Deixar de sofrer.
Eu queria...
Eu queria, mas não poder!
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 24/04/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários