Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos

UMA ALMA VAZIA NÃO É SER , NÃO É NADA!
por: Rosa Ramos - Natal/RN
em 04/06/2000 (08:00hs)

Uma alma ferida... despedaçada!
já não sente nada.

Não lamenta... não pensa... não ama...
não... Nada!

O amor se esvai.
E com ele partiu a dor e o prazer!
Deixou só o vazio: sem calor... sem frio...
sem o verbo ter.

E  es.va.si.a.da...
a alma... coitada! Não existe, não é.
Não ri... não chora. Não exalta ou deplora.
Não descrê nem tem fé.

Esqueceu o que deu e o que recebeu
pois em si nada há!
Ou talvez nem nada há na pobre coitada
para se lamentar.
              ...
E o que se faria
para que a alegria viesse a habitar esta alma vazia?!

E não so a alegria
mas tudo que havia, antes, no seu ser
e que um novo ser novamente a faria?!

              ...
Não sei!...
Não posso! E jamais poderia
ajudar esta alma a encontrar a alegria
ou qualquer sentimento que, de novo, a faria voltar a Ser...

É que...
esta alma de quem se está a falar,
é a minha alma que está a vagar!...

... e qua nada é.

Ou melhor:
nem nada ela pode ser.
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 24/04/2006
Alterado em 23/09/2010


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.