Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos

O QUIETISMO EM MIGUEL DE MOLINOS (Segundo Texto)
PENSANDO COM MIGUEL DE MOLINOS
Por: Rosa Ramos Regis da Silva
Natal/RN - 2003

Com a alma fatigada de tanta meditação
Procures aquietá-la!
Sossega o teu coração!
E repousa amorosamente,
Dando-te a Deus, simplesmente, em pura contemplação.

Recolhe o teu pensamento.
Não necessitas pensar!
Aquieta o entendimento que só te faz fatigar!
Contenta-te em só conhecer o que a fé te faz ver
E a Deus mais e mais amar.

Esquece o que foi criado:
O sensível, o inteligível, o que é e o que não é.
Pois tudo o que foi deixado,
Por Deus, de uma forma incrível e,  para nós, impossível,
Nos será dado na Fé.

É muito pouco o que nós conseguimos entender
Sobre Deus durante a vida.
Mas a vontade é poder!
Quando buscamos o profundo em nós mesmos – lá no fundo,
Ele está no nosso ser.

(Recorte do Trabalho Monográfico de Conclusão do Curso de Filosofia Licenciatura Plena, da UFRN, "O QUIETISMO EM MIGUEL DE MOLINOS", orientado pelo Professor de Filosofia Medieval: Prof. Dr. Oscar Federico Bauschwitz)

Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 03/06/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.