Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos

MEU DEUS, A MINHA MENTE EMBOLOOU...
(Comentário ao Soneto de Odir Milanez no
Poesia Pura: FUTESSONETO)


Meu Deus, a minha mente emboloou
Tentei chutar porém não consegui.
Lendo, mais uma vez, eu me atrevi
A fazer algo, e veja o que sobrou.

Pegando a "bola alta" que passou
De Odir para Rubênio e mais alguém
Que, neste instante mesmo, não sei quem
Xutei, em desespero, e engrenou.

Deu certo, ou quase certo, matutei.
Em assim sendo, sem pensar, mandei
Meu sonetinho a completar o Show.

Chegar aos pés do seu, meu caro, eu sei,
Não cherará! Mas me consolarei
Pensando fazer parte do seu GOL.


Rosa Regis


Natal/RN - 06 de junho de 2010 - 23:32h
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 07/06/2010
Alterado em 17/02/2015
Comentários