Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


DESPEDIDA DE ZULEIDE
(em décimas de sete pés)




O CURSO ESTÁ TERMINANDO
E O CORAÇÃO, JÁ SAUDOSO,
UM TANTO ASSIM DESGOSTOSO,
QUEDA-SE, POIS, MATUTANDO
E PERGUNTANDO-SE QUANDO
HAVERÁ UM OUTRO IGUAL.
QUANDO VIRÁ A NATAL
OUTRA PROFESSORA MASSA!
COMO ESTA, PRA, DE GRAÇA,
NOS DAR UM CURSO LEGAL?

E, ASSIM, AGRADECENDO
À QUERIDA PROFESSORA
ZULEIDE, QUE É DOUTORA
NO QUE FAZ, VOU LHE DIZENDO
QUE, DO POUCO QUE EU ENTENDO
DE TUDO QUE ELA PASSOU
PARA NÓS, EM MIM FICOU
UMA VONTADE TENAZ
DE LER SEMPRE E SEMPRE MAIS.
E EU GARANTO QUE VOU!

OBRIGADA PROFESSORA!
VALEU POR ESTA SEMANA
QUE FOI, NO MÍNIMO, BACANA!
ESPERO, EM DATA VINDOURA,
NOVO ENCONTRO COM A DOUTORA
TRAZENDO NOVOS SABERES
PRA ILUMINAR NOSSOS SERES
E PREENCHÊ-LOS DO AMOR
QUE É O AFUGENTO À DOR
E PRODUTOR DOS PRAZERES.

FOI UM PRAZER DESMEDIDO
ESTES DIAS COM A SENHORA,
QUE OS FEZ PASSAR SEM DEMORA
COM O ASSUNTO TRANSMITIDO
DE UM MODO BEM DIVERTIDO
E DE FORMA LIBERAL,
POIS TEM SABER PARA TAL.
TERMINO POR LHE DIZER
QUE A IREMOS RECEBER
COM PRAZER, SEMPRE, EM NATAL.




Rosa Regis


Natal-RN, 11 de junho de 2010
(Começado dentro do ônibus - Linha 24 - e terminado
dentro do auditório da Capitania das Artes - FUNCART-RN)
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 18/08/2010
Alterado em 14/12/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.