Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
NÃO SEJA DITO UM OTÁRIO, LAVE SEMPRE AS SUAS MÃOS

NÃO SEJA DITO UM OTÁRIO,
LAVE SEMPRE AS SUAS MÃOS


Sabemos que possuímos
Micro-organismos do bem
Que ajudam nosso corpo,
Nossa saúde mantem.
Mas sabemos que outro grupo
Faz nosso corpo refém.

Micro-organismos capazes
De causar infecção
Poderão ser transmitidos
Por um aperto de mão.
Isso se pode evitar
Com higienização.

Nos mais diversos lugares
Os germes estão presentes,
Não os vendo a olho nu
Tornamo-nos inconsequentes,
Sem a prevenção devida,
Eles nos deixam doentes.

Seja um puxador de porta,
Um botão de elevador,
A tampa de um sanitário,
Ou até mesmo uma flor
Que esteja empoeirada,
E objetos com bolor.

Mas como lavar as mãos
Pra poder nos proteger?
Com água e sabão ou álcool?
Como devemos fazer?
De uma maneira geral
Os dois podem resolver.

Álcool a setenta por cento
Ou mesmo água e sabão,
Aos agentes patogênicos
Os dois eliminarão
Ao removerem a sujeira
Que se apresenta à visão.

Porém para eliminar
De um modo exclusivista
As bactérias, devemos,
Se não há sujeira à vista,
Lavar nossas mãos com álcool.
Esta é a forma bem vista.

Sabendo-se da importância
Que tem a higienização
Das mãos, às nossas crianças,
Devemos na educação
Das mesmas enfatizar
Que devem lavar as mãos:

Antes de se alimentar,
Manusear alimentos;
Após tossir, espirrar,
Contatar com excrementos
De animais ou tocá-los
Nos mais diversos momentos.

Após manusear lixo,
Tocar doentes, feridas,
Arranhões ou queimaduras,
Cortes, lesões, formicidas.
Se tem um cãozinho mascote,
Após as suas lambidas.

Lembre-se: lavar as mãos
É um detalhe importante
Que faz toda a diferença
Na vida, em qualquer instante.
Quando se toma cuidado,
A saúde é abundante.

Lave sempre suas mãos
Ao se fazer necessário,
Com saúde não se brinca!
Tenha no seu breviário:
Alguém que nega a higiene
Pode ser dito um otário.



Rosa Regis
Natal/RN – abril de 2014
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 28/07/2014
Alterado em 02/01/2016
Comentários