Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


 
NAS VOLTAS DO TEMPO...
 
 
 
Nas voltas do tempo..., perdi-me a vagar
Buscando encontrar o que havia perdido,
Não me apercebendo do quão sem sentido
É ir contra as ondas, enfrentando o mar.
 
O tempo é malvado, só faz machucar!
Mas meu coração, um sujeito atrevido,
Por muito que sofra não fica abatido
Mas, fortificado pelo verbo amar.
 
No barco da vida, cheia de esperança,
Imagino o tempo um ser de bonança,
Como uma criança que em tudo crê.
 
Afinal me entrego, sem desconfiança,
Ao imprevisível. Fazendo aliança
Com o tempo que passa, e à sua mercê.
 
 



 
Rosa Regis
Natal/RN – 20 de junho de 2015

 
 
 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 11/10/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.