Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


 
VEJO...
 

 
Vejo o Mundo pedindo socorro, chorando...
Lamentando a maldade existente na Terra
De quem não se importa com a vida e que erra
Num agir prepotente, maldoso, nefando.
 
Vejo o nosso Brasil como um barco afundando
Com o peso dos erros e de falhas que emperra
O timão mal cuidado. E seu capitão berra
Provocando discórdia e impondo o seu mando.
 
Vejo o pobre do campo perdendo o direito
Na velhice, carente. Onde foi o respeito
Pelo povo que luta em prol do País?
 
Vejo as armas nas mãos de quem pode comprar
Apontando a mira com o poder de matar.
Nosso povo carece? Foi ele quem quis?
 
 
Rosa Regis
 

Natal/RN
21/05/2019 – 12h:02min

 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 23/05/2019
Alterado em 25/05/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.