Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


CÂNCER DE MAMA
(SE VOCÊ DESCOBRIR LOGO, ELE PODE SER TRATADO)



Ao Bom Deus Pai Criador
Eu peço a inspiração
Para falar de um assunto
Que causa preocupação
Uma doença perversa
Que, da forma mais diversa,
Pode atacar quem é são.

A doença de que falo
Ataca sem avisar
Às vezes fica escondida
Sem se atrever se mostrar,
Deixando a vítima inocente
Totalmente dependente
Para dela se apossar.

Conhecida por C A,
Desgraçada é sua fama!
A todos causa terror
Do mais pobre à alta dama.
E de uma das suas formas
Eu falarei. Com as reformas
Que o nosso cordel conclama.

Doze sintomas do câncer
De mamas, se pode ver.
Não só na mulher! No homem
Também pode acontecer.
Não se deve ignorá-los,
Descuidar-se e desprezá-los.
Poderás te arrepender.

Alterações do tamanho
Ou forma, vermelhidão,
Inchaço, calor na pele
Da mama e alteração
No formato, onde um caroço
Se apresenta. Em alvoroço
Deixando teu coração.

A mama maior que a outra;
Um sulco ou afundamento;
Nódulos nas axilas;
Também o endurecimento
Da pele do seio faz
Que se suspeite e já traz
No seu bojo o sofrimento.

Na mama ou no mamilo,
Uma coceira frequente;
Crostas, feridas na pele
Junto ao mamilo, é latente
A existência do mal
Que poderá ser fatal
A qualquer que seja o ente.

A liberação de líquido,
O sangue em especial;
Súbita inversão do mamilo;
E a visão anormal
Da veia, que observada
Crescentemente alterada,
É mesmo a prova do mal.

Os cânceres de mama, vários,
Recebem nominação
Diversas e diferentes
Têm, também, cada ação.
E o chamado “Invasivo”,
De mama, é o mais ativo
Ou o mais comum na questão.

Tem o cístico adenoide;
Metaplástico, medular;
Municoso, papilífero
E o chamado tubular.
Tem subtipos reimosos
Tanto ou mais perigosos
E difíceis de curar.

Sendo ele assintomático
O que se deve fazer?
Um autoexame mensal
Para poder combater
O mesmo antes que atue,
Tome conta e continue.
É não deixa-lo nascer.

Se você desconfiar
Que há algo estranho no seio
Não fique só para si
Porque é fato que o meio
Para combater o mal
Que poderá ser fatal,
É tratá-lo sem receio.

Detectando a doença
Faz-se logo necessário
O início do tratamento
Indicado. Se, ao contrário,
Não se fizer o devido
Nada será resolvido.
Será terrível o cenário!

A retirada da mama
E a mastectomia
Tratamentos necessários
Como a quimioterapia,
Os clínicos e hormonais,
Remédios e tudo mais.
Também radioterapias.

Depois de tudo é possível
Fazer a reconstrução
Da mama, com cirurgias
Plásticas, onde a implantação
Da mama levantará
A autoestima. Será,
Consolo. Não solução.

Sabe-se: O câncer de mama
Não tem como prevenir!
Assim sendo cabe a todos
Cuidar-se para não cair
No domínio do danado,
Tendo consigo o cuidado
De não deixar-se invadir.

Tenha os exames em dia,
Não deixe que ele lhe ataque
Sem a prevenção devida
Revide a golpes de raque!
Com o tratamento correto.
Expulse esse desafeto.
Seja na defesa um craque.


Rosa Regis
Natal/RN – 18/10/2017 23h34min
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 01/02/2020
Alterado em 01/02/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.