Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos



Sou semente da terra brasileira,
No Nordeste nasci e me criei,
Num lugar onde o amor é pura lei.
E ali comecei minha carreira
De amante da rima, onde a feira
Dava vez ao poeta. E qualquer um
Que, cedo, ali passasse, um desjejum
Servido lhe seria, com presteza.
Eu sou cria de Gaia, a Natureza,
Germinada no chão do Jerimum.

Quando ainda pequena, fui chamada
Pela força divina do Universo
A fazer poesia. E cada verso
Que tirava da alma apaixonada
Me deixava feliz e enlevada,
O coração batendo: tum, tum, tum...
Achava-me um ser pouco comum.
Hoje afirmo, orgulhosa e altaneira:
Sou semente da terra brasileira,
Germinada no chão do Jerimum.




Mote: Marcos Medeiros
Glosa: Rosa Regis

Natal/RN - Brasil
s/data
Rosa Regis e Marcos Medeiros
Enviado por Rosa Regis em 15/06/2020
Alterado em 20/06/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.