Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos


O dom da vida e da morte
Foi nosso Pai quem nos deu.
Ninguém, nem tu e nem eu
Sabe qual é nossa sorte,
Porém se nosso suporte
É o SER Onipontente,
Teremos sempre presente
Que nada há de nos faltar.
O Bem, pode acreditar
Só tem Deus como regente.

Feliz de quem acredita
Na Santa divinitude!
Pois hoje em dia, amiúde,
Nossa mocidade, aflita,
Na vida desacredita,
Sem fé, perdida, descrente.
O que ela leva na mente
Não lhe serve de suporte.
O dom da vida e da morte
Só tem Deus como regente.

-

Mote: Marcos Medeiros
Glosa: Rosa Regis

Natal/RN - Brsil
s/data


>>>>>>>>>>>


 
Rosa Regis e Marcos Medeiros
Enviado por Rosa Regis em 19/06/2020
Alterado em 21/06/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.