Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos

BEM-TE-VI I
Por: Rosa R. Regis - Natal/RN - 27/01/1999
(às 07;40hs - ao caminhar)

Oh!... Bem-te-vi pequenino!
Ouço o teu alegre cantar:
- Bem-te-vi!... É como se um hino
Cantasse... p’ra me saudar!

- Bem-te-vi!... Penetra fundo
Dentro dos meus pensamentos!
Me arraaasta... de volta ao mundo
Do qual fugia no momento.

- Bem-te-vi!... Canta de novo
Insistindo em seu chamado.
E então eu já me movo
Quase de todo acordada.

- Obrigada pequenino!...
Te agradeço o despertar!
Pois foi o teu belo trino
Que bem me fez acordar.

Acordar p’ra poesia,
Que dá vida aos sonhos meus.
Acordar para a alegria
Da Natureza, que é Deus!!!

E você canta outra vez,
Ouço ao longe... - bem-te-vi!
Quão bem que você me fez!
Vem querido... volta aqui!

Mas você já foi embooora...
Não o consigo mais ouvir,
Espalhando mundo afooora
O seu hino... - bem-te-vi!!!

Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 09/05/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.