Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
QUEM LÊ

Trabalho apresentado na SEEC-RN
No último dia do ProLer de 2018

 
 
Quem lê está sempre atento
ao que está acontecendo,
das novidades... Sabendo
do que ocorre no momento.
E se houver um advento
que exija um pensar profundo
não titubeia um segundo!
Pois o que leu, é notório:
Aumenta seu repertório
e atuação no mundo.
 
Quem lê, com toda certeza,
cresce em sabedoria!
Assim sendo, nova via
busca, visando a beleza
e o bem da Mãe Natureza!
Mesmo que meditabundo
e até mesmo furibundo,
ler o tira do simplório.
Aumenta seu repertório
e atuação no mundo.
 
Quem lê está sempre aberto
A aceitar opinião
de um amigo, de um irmão...
Mas nunca aceita por certo
o errado, torto ou incerto,
sem ser do bem oriundo.
Ler faz seu pensar fecundo,
Sem uso contraditório.
Aumenta seu repertório
e atuação no mundo.
 
Quem lê demonstra sabença,
interesse pela vida,
e ao coração dá guarida
a crença, não pela crença,
mas na forma como pensa.
Não com pensar verecundo
[i]
que o faz ficar rubicundo[ii],
nem de modo supressório
[iii].
Aumenta seu repertório
e atuação no mundo.
 
 
Rosa Regis
Natal/RN - 2018
 
[i] Verecundo – vergonhoso
[ii] Rubicundo – vermelho
[iii] Supressório – supressor, que suprime
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 13/05/2021
Alterado em 13/05/2021
Comentários