Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.
Rosa Regis Brincando com os Versos
Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
TARDE CHUVOSA, PENSARES VADIOS...
 
 
 
Uma tarde chuvosa trazendo preguiça
Meus pensares atiça, lembrando de alguém
De um passado longínquo que a mente detém
Num arquivo, guardado, que tem, por premissa,
 
Algum dia, quem sabe!... fazendo justiça
Ao meu core sofrido, que tanto quer bem,
Receber de presente, sem ferir ninguém,
O amor desprendido que o peito cobiça.
 
Mas a tarde cinzenta detém meu pensar
Que, maluco, soltou-se... sem brida e estribeira,
Numa doida carreira, sem querer parar,
 
Arrastando-o de volta de qualquer maneira!
Prendendo-o, guardando-o, para não se soltar
Outra vez, e sair por aí de bobeira.
 
 
 
 
Natal/RN, 04/07/2018
 
(na Biblioteca da E. E. de Ensino Médio
em tempo integral Winston Churchill)
 
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 26/05/2021
Comentários