Sem noção de amor fraterno// O homem agride o irmão,// Num ato que mostra o inferno// Que trás em seu coração.

Rosa Regis Brincando com os Versos

Pensares que se transformam //espalhando poesia, //pegam carona no vento// enchem meu ser de alegria

Textos
Título Categoria Data Leituras
DÉCIMAS DE SAUDADE (Ao meu filho Ângelo Ricardo-in memorian) Cordel 16/08/10 545
DEDILHANDO... Poesias > Amor 01/01/09 26
DEIXA QUE EU AME MÃE! Sonetos 03/01/14 39
DESABAFANDO COM OS PÁSSAROS Poesias > Desilusão 26/09/08 22
DESEJO DE LIBERDADE Poesias > Tristeza 08/05/06 20
DESEJO DE LIBERDADE Poesias > Desilusão 24/10/06 42
DESENGANO Poesias > Desilusão 06/08/06 37
DESPEDIDA DE ZULEIDE (em décimas de sete pés) Poesias > Saudade 18/08/10 44
DESPERTAR ESTRANHO (No Meio da Noite) Poesias > Pensamentos 11/10/06 21
DEVANEIO Poesias 22/08/06 11
DIGA SIM À VIDA E NÃO AO ABORTO Poesias > Social 23/08/07 835
DISCURSO DE FORMATURA em versos (Filosofia-Bacharelado - UFRN) Discursos 05/02/10 2217
DISCURSO DE POSSE NA ACADEMIA NORTE-RIOGRANDENSE DE LITERATURA DE CORDEL - ANLIC Cordel 09/01/12 109
DISCURSOS DE FORMATURA (em versos) - Filosofia - UFRN Discursos 13/05/06 16427
DOMINGO DE PÁSCOA Poesias > Espiritualistas 11/10/06 18
DOMINGO DE PÁSCOA Poesias 24/03/08 32
DONA MARIA E A BOLA Cordel 17/01/18 37
DONA MILITANA É ROMANCEIRA POTIGUAR Cordel 13/02/09 1547
É ASSIM QUE ME SINTO... Sonetos 20/03/09 32
É DIA DOS NAMORADOS Sonetos 12/06/18 21
Página 8 de 23 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Parei em mim, matutando// O que é certo ou errado// E acabei esnobando// Que estava ali ao meu lado.